logo RCN

É isso aí...

Agora sim podemos dizer que as eleições municipais chegaram ao fim.

No último domingo, 30, a população das grandes cidades onde o segundo turno foi realizado, conheceram os eleitos. Em Santa Catarina, apenas três cidades de Blumenau, Joinville e a capital Florianópolis tiveram segundo turno. Em Blumenau, o tucano Napoleão Bernardes conquistou 57,56% dos votos válidos. Na cidade de Joinville, maior colégio eleitoral do Estado, a vitória ficou com o candidato do PMDB à reeleição Udo Dohler com 55,60% dos votos. A menor diferença no segundo turno em Santa Catarina ficou na capital onde o candidato do PMDB, Gean Loureiro, com 50,26% dos votos venceu Ângela Amim que obteve 49,74%. Que os eleitos façam boas administrações.

Orgulho do calhambeque

Neste domingo, o jaguarunense Fernando Fernandes esteve na cidade de Sombrio, sul do Estado, participando do 6º Opala Fest levando o Fusca 1500, ano 74, cor Ocre Marajó para participar do evento e ganhou um prêmio pela originalidade da máquina, sendo um dos carros destaques. "Eu sempre gostei de carros antigo, ele é placa preta FPI. Foi feito uma restauração total dele, nos mínimos detalhes e mantendo a originalidade do veículo", informa Fernando.

Vender a caranga? Nem pensar! "Não, já neguei proposta boa, ele foi o primeiro carro de Jaguaruna a conseguir a placa preta primeira conversão de categoria particular para colecionador e ainda é o único placa preta da cidade", completa Fernando.

Reclamação

A senhora Pedra Tomaz Goulart, 86 anos, da comunidade do Riacho dos Francisco, me procurou neste fim de semana para fazer uma reclamação. Foram depositados na entrada da propriedade 11 sacos contendo entulhos de construção. "Quando percebemos pela manhã estavam lá aqueles sacos de entulho, pesados e tomando conta de toda a entrada da propriedade. Eu não sei quem fez isso, mas espero que tal situação não se repita", destacou a idosa, que se mostrou bastante contrariada com o ocorrido. Fica a dica: fez a faxina na sua casa, deixou tudo limpo e bonito? Ótimo! Só falta dar o destino correto ao lixo e não jogar na propriedade de outras pessoas.

Ressaca

Nesta última sexta-feira, 28, o litoral sul de Santa Catarina foi cometido por uma forte ressaca em diversos pontos, por conta do vento sul intenso e a influência de um ciclone extratropical.

No balneário Camacho, em Jaguaruna, a água do mar invadiu algumas ruas e novamente chegaram até as casas dos moradores. A indignação na comunidade era grande, muitos deles culpando o fato da extração de areia das dunas como causa das águas chegarem até as casas. Pelo que soubemos a empresa responsável pela extração tinha as licenças ambientais, então de quem é a culpa? A culpa é dos órgãos competentes que em vez de fiscalizar e ficar alerta para evitar que situações como esta liberaram a extração e agora quem sofre é a comunidade. A cada nova ressaca que der naquela região, a probabilidade de que as águas cheguem novamente até as casas é bastante grande!

Surfistas na laje

No último sábado, 29, surfistas das big wave, grandes ondas, estiveram em Jaguaruna, aproveitando o Swel e encarando ondas de até seis metros. A laje da Jagua é considerada um dos melhores locais para este tipo de surf. No entanto, é imprescindível uma dose bastante grande de coragem. O legal é que esse tipo de surf leva o nome de Jaguaruna para todo o país.

Anterior

É isso aí...

Próximo

É isso aí

Deixe seu comentário