logo RCN

É possível ter cárie em próteses dentárias?

Você já parou para pensar se a prótese dentária, assim como o dente comum, é capaz de desenvolver cáries? Feita geralmente de resina ou porcelana, a prótese serve para substituir algum dente quebrado, ou seja, ajuda a melhorar a saúde bucal tanto em termos de estética quanto em funcionalidade. Mas será que ela tem as mesmas fragilidades que um dente comum?

Afinal, é possível ter cáries em próteses dentárias?

A prótese em si não sofre ação de bactérias, pois é feita de um material não orgânico. No entanto, isso não significa que ela está livre de desenvolver problemas. Próteses dentárias não podem desenvolver cárie. No entanto, quando instaladas sobre dentes, o remanescente radicular pode. Principalmente quando as peças não estão bem adaptadas.

Em resumo, caso a prótese seja fixa, instalada sobre algum dente natural, a atenção com a higiene bucal deve ser redobrada. Afinal, esse dente ainda pode desenvolver cáries e possíveis infecções.

Como limpar próteses dentárias?

É importante destacar que existem diferentes tipos de próteses dentárias, que cumprem a mesma função de restaurar e manter a função da saúde bucal. A prótese sobre implante dentário serve para substituir algum dente perdido. Já a prótese fixa instalada sobre dente adjacente está mais suscetível a possíveis infecções e precisa de maior acompanhamento profissional. Existe também a prótese parcial removível, que é feita geralmente a partir de uma estrutura de metal ou plástico, na qual são inseridos os dentes. Ela deve ser removida da boca sempre antes da escovação, para que seja feita uma boa higienização.

A higiene para próteses dentárias se faz semelhante aos dentes, com uma boa escovação e uso de fio dental. No entanto, no caso da prótese removível, o ideal é ter uma escova separada para fazer a limpeza. Caso você use a mesma escova utilizada nos dentes naturais, é possível que as cerdas fiquem deformadas mais rapidamente, o que prejudica a higienização.

Problemas que podem acometer a prótese

Caso não haja boa manutenção da prótese dentária, é possível surgirem alguns problemas em sua estrutura: fratura da peça, cáries infiltradas e descimentação da peça. Por isso, é necessário ter atenção para não escovar os dentes com muita força - o que pode desgastar e até mesmo fraturar a prótese - e também manter uma rotina de higienização bem regrada, para evitar a formação de placas bacterianas na boca.

Anterior

Como escovar os dentes: quais movimentos com a escova dental devo fazer?

Próximo

Cárie: por que, mesmo escovando bem os dentes, algumas pessoas desenvolvem a doença?

Deixe seu comentário