logo RCN

Alimentação e imunidade

Vários fatores podem influenciar na nossa imunidade como sono, atividade física, estresse e a alimentação. Alimentar-se vai muito além da prática de satisfazer a fome. A alimentação é um componente importante no desenvolvimento da saúde humana.

Sabe-se que uma alimentação equilibrada e saudável está envolvida com o crescimento adequado na infância, melhor resposta imune, menor risco de desenvolvimento de doenças e a uma expectativa de vida maior.

A alimentação deve ser variada e composta por alimentos de boa qualidade nutricional.

É recomendado que a dieta seja composta em sua maioria, por alimentos in natura ou minimamente processados, que são alimentos que sofreram alterações mínimas na indústria, como por exemplo: feijão no pacote, o arroz, a lentilha, a farinha, e etc.

Algumas vitaminas e minerais como Vitamina A, C, Ferro, Zinco e Selênio podem atuar de maneira positiva no sistema imunológico.

Encontramos essas vitaminas e minerais nos seguintes alimentos: cenoura, brócolis, frutas cítricas como laranja, morango, abacaxi, castanha, amêndoas, feijão, ovos, lentilha, e etc.

Em contrapartida, uma alimentação desequilibrada pode gerar uma série de consequências, como obesidade, diabetes, hipertensão, câncer e entre outras.

Sugestão para começar a melhorar a sua alimentação:

Consuma 3 frutas ao dia, 3 vegetais ao dia e aumente a ingestão de água para 2 litros ao dia. Isso já é uma mudança de hábito importante e que contribuirá muito para sua saúde.


Anterior

O consumo de embutidos e riscos à saúde

Próximo

Importância do tratamento nutricional na reabilitação pós-Covid-19

Deixe seu comentário