Segunda-feira, 24 de junho de 2024
Tubarão
19 °C
12 °C
Fechar [x]
Tubarão
19 °C
12 °C

COLUNISTAS

Empreendedorismo em tempos de escassez de mão de obra

04/06/2024 21h45 | Atualizada em 04/06/2024 21h45 | Por: Maurício Dobiez

Nos últimos anos, o Brasil tem presenciado um fenômeno paradoxal no mercado de trabalho. Ao mesmo tempo que o país enfrenta altos índices de desemprego, muitos setores relatam crescente dificuldade em encontrar profissionais qualificados.

Este cenário lança um desafio significativo para empreendedores, que precisam navegar por águas turbulentas para manter suas operações e crescer em um ambiente de escassez de mão de obra qualificada.

A crise econômica prolongada, agravada pela pandemia da covid-19, resultou em uma reconfiguração do mercado de trabalho. Muitas empresas fecharam suas portas ou reduziram significativamente suas atividades, enquanto outras se reinventaram para sobreviver. Nesse contexto, o empreendedorismo tem se mostrado uma válvula de escape e uma oportunidade para muitos brasileiros que decidiram abrir seus próprios negócios.

Entretanto, iniciar e manter um empreendimento tornou-se uma tarefa árdua, especialmente diante da falta de profissionais capacitados. Empresas relatam dificuldades em preencher vagas que exigem habilidades técnicas específicas. Uma das causas é a falta de alinhamento entre formação e as demandas do mercado. 

Nesse cenário desafiador, os empreendedores precisam adotar estratégias inovadoras para atrair e reter talentos. Investir em programas de capacitação interna é uma dessas estratégias. Empresas que desenvolvem seus próprios programas de treinamento conseguem moldar profissionais de acordo com suas necessidades específicas, reduzindo a dependência de um mercado de trabalho que nem sempre supre suas demandas. Parcerias com instituições de ensino também podem ser uma solução eficaz. 

Oferecer um ambiente de trabalho atraente, com benefícios competitivos e oportunidades de crescimento, pode fazer a diferença na hora de atrair profissionais qualificados. Em um mercado competitivo, a satisfação e o bem-estar dos colaboradores são fatores decisivos para a retenção de talentos.

A automação de processos e a adoção de ferramentas digitais podem compensar a falta de mão de obra em algumas áreas, aumentando a eficiência e reduzindo a necessidade de profissionais para determinadas funções.

O empreendedorismo em tempos de escassez de mão de obra exige resiliência, inovação e abordagem estratégica. Ao investir na capacitação interna, valorizar o capital humano e adotar tecnologias emergentes, os empreendedores podem não apenas sobreviver, mas prosperar, contribuindo para um mercado de trabalho mais dinâmico e qualificado.

Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!