Segunda-feira, 24 de junho de 2024
Tubarão
19 °C
12 °C
Fechar [x]
Tubarão
19 °C
12 °C

“Não conheço e não me recordo da pessoa mencionada”, diz Lucas Esmeraldino sobre divulgação de seu nome em investigação da PF

Lucas foi citado em operação que investiga lavagem de dinheiro

07/06/2023 11h08 | Atualizada em 07/06/2023 11h26 | Por: Redação Folha Regional

Uma reportagem divulgada pelo G1 e pelo programa Fantástico da TV Globo cita o tubaronense Lucas Esmeraldino, ex-secretário de Articulação Nacional de Santa Catarina, em uma operação da Polícia Federal que investiga suspeita de fraudes em licitação e lavagem de dinheiro em Alagoas por meio da compra de equipamentos de robótica com verba federal.

A reportagem detalha que a Polícia Federal registrou a presença de Lucas Esmeraldino, de um deputado federal eleito pelo Distrito Federal e um ex-diretor do Ministério da Saúde em encontros com um casal especializado em crimes de lavagem de capitais.

O casal Pedro Magno Salomão e Juliana Salomão foi preso durante a operação Hefesto, deflagrada no último dia 2.

No último domingo, dia 4, o Fantástico mostrou que a investigação flagrou trocas de dinheiro vivo envolvendo Pedro Salomão e um motorista do agora ex-assessor parlamentar Luciano Cavalcante. Mas a PF fez outras imagens de encontros envolvendo Pedro e Juliana Salomão.

Durante as investigações, a Polícia Federal suspeitou de transferências feitas por uma das empresas investigadas no caso e um dos seus sócios para três empresas do casal Salomão. Entre setembro de 2021 e maio de 2022, foram repassados mais de R$ 1,4 milhão para as empresas de Pedro e Juliana.

Segundo os mesmos relatórios de inteligência financeira, entre novembro de 2021 e abril de 2022, Pedro realizou nove saques em dinheiro das contas das empresas que receberam os valores. Os saques variavam entre pouco menos de R$ 38 mil e R$ 49 mil e somaram cerca de R$ 416 mil.

O relatório de inteligência destacou que "as transações sugerem indícios de burla da destinação dos recursos" e a PF decidiu seguir Pedro e Juliana Salomão. No relatório preliminar da investigação, a que a TV Globo teve acesso, os policiais descreveram alguns dos encontros registrados.

Encontro no saguão do hotel

Em 23 de novembro de 2022, a PF registrou visitas de Juliana a agências bancárias da capital federal e de Pedro a uma lotérica da cidade. Os policias anotam que Pedro deixou a lotérica carregando uma "pequena bolsa vermelha".

No dia 24, pela manhã, Pedro foi monitorado indo até um hotel de Brasília. No saguão do local, ele aguardou até que dois hóspedes se aproximassem e o encontrassem nos sofás do local. Segundo a Polícia Federal, eram Cristiano e Lucas Esmeraldino.

À época do encontro, Lucas -- que havia disputado a eleição para deputado federal em outubro, sem ser eleito -- ocupava o cargo de secretário-executivo de Articulação Institucional do governo de Santa Catarina. O posto é exercido na capital federal, e ele foi exonerado na troca de governo, em janeiro. Cristiano é seu irmão mais velho.

Segundo a PF, "neste encontro é possível verificar que Cristiano abre sua mala e Lucas passa a fazer uma espécie de proteção corporal para ocultar algo que Cristiano manuseava. Após isto, Lucas sai do local com duas malas e uma mochila, embarcando-as no Ford Focus Azul com placa oficial do Governo de Santa Catarina".

O relatório também aponta que Pedro Salomão teria se encontrado com Cristiano mais uma vez, no mesmo hotel, em 30 de novembro. Os investigadores não identificam se algo foi entregue por Pedro Salomão aos irmãos.

Lucas Esmeraldino divulga nota de esclarecimento sobre o caso

Procurado pela reportagem da Folha Regional, Lucas Esmeraldino nega o envolvimento com o casal e divulga uma nota oficial com seu posicionamento sobre o caso. Confira a nota na íntegra:

“Eu vivi praticamente dois anos no hotel Golden Tulip em Brasília, minha casa era o hotel.
Seja como então Secretário de Articulação Nacional, ou como cidadão e político, sempre recebi e conversei com quem me procurava, tomava café, etc. Nunca mudei minha rotina, e não mudarei. E o mais importante, minhas conversas sempre foram as mais republicanas possíveis. 
Ora, se conversar com pessoas posteriormente investigadas por supostos quaisquer delitos for motivo para suspeição, de fato, não só eu, mais a grande maioria dos políticos e empresários estão em constante suspeita. Não se tem como adivinhar quem é quem, o que fazem ou deixam de fazer. 
Não conheço e não me recordo da pessoa mencionada na matéria jornalística, e pelo que constatei da reportagem, se trata de investigação relativa à aquisição de equipamentos de robótica pelo Estado de Alagoas.
Como Secretário de Articulação Nacional nunca tratei, até porque não seria de minha competência, da compra de equipamentos ou serviços para a área da Educação e, pelo que tenho conhecimento, não há contratos da Secretaria de Estado da Educação neste sentido. Mas tais informações podem ser confirmadas diretamente com mencionada Pasta.”

Investigações continuarão

De acordo com a reportagem do G1, a rotina de saques levou a PF a considerar Pedro e Juliana Salomão "especializados na prática de crimes de lavagem de capitais, ocultando e dissimulando bens, direitos e valores provenientes de desvios de recursos públicos das mais variadas naturezas e oriundos de diversos entes públicos."

"Tais movimentações demonstram sérios indícios de que Pedro e Juliana (através de intensa movimentação financeira em suas empresas) seriam possivelmente operadores de considerável e amplo esquema de lavagem de capitais em vários estados da Federação, ocultando e dissimulando bens, direitos e valores provenientes de práticas delitivas cometidas por diversos núcleos criminosos, com ou sem conexão entre si", dizem os investigadores.

Segundo a polícia, os fatos encontrados pelos investigadores também serão apurados e podem dar início a outras investigações a partir do compartilhamento de informações.
 

Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!