logo RCN

Com vídeo de apoio de Bolsonaro, Jorginho Mello é confirmado candidato do PL ao governo de SC

Chapa pura, o PL também confirmou o nome da delegada Marilisa Boehm para vice-governadora. O candidato ao Senado será Jorge Seif

O Partido Liberal confirmou na noite desta sexta-feira, dia 5, na Associação Catarinense de Medicina, em Florianópolis, Jorginho Mello como o candidato ao cargo de governador de Santa Catarina nas eleições de outubro. 

O ponto alto da noite foi quando o presidente Bolsonaro, em vídeo, consagrou Jorginho Mello como o seu candidato em Santa Catarina. Jorginho ressaltou que sua maior coligação é com o 22 e fez um manifesto para anunciar o que pretende fazer como governador do Estado. O evento foi bastante concorrido. Mais de 3 mil pessoas marcaram presença na ACM.

“O nosso povo, que tem tanto orgulho de Santa Catarina, hoje está envergonhado. Não do estado, mas de quem governa. A cada instante, somos bombardeados por escândalos, traições, desvios de verba e de caráter. É a demonstração de que o respeito tem sido tirado da nossa gente. E nós, catarinenses de fibra, queremos de volta”, afirmou Jorginho, que terá delegada da polícia civil de Joinville, filiada também ao Partido Liberal, Marilisa Boehm para o cargo de vice-governadora. O candidato ao Senado será Jorge Seif. Assim, o PL se lança de chapa pura.

“E o que precisamos ter de volta? A saúde da nossa gente, estradas de qualidade, condições dos empreendedores crescerem, a chance para os jovens de poder estudar, mais ofertas de trabalho e, mais do que tudo, que a nossa gente volte a acreditar”, disse.

Em seu discurso, Jorginho se mostrou otimista, mas também preocupado: "Hoje, estamos dando um novo passo em direção a uma nova era. A era de esperança, de inovação e de sustentabilidade. Uma era de cuidado, com as pessoas e com aqueles que se dedicam no crescimento deste estado", disse o candidato. “Foi nessa terra que eu nasci. E é por essa terra que eu venho batalhando todos os dias desde menino. O que eu vejo e escuto nas minhas conversas em todas as regiões, me preocupa demais”, confessou.

E por que se lançou candidato ao governo do Estado? O candidato disse que não é por que, mais sim, pra quê. “Acredito no nosso poder de superação, na força da nossa gente, na honestidade e no amor ao próximo. Tudo isso nos faz catarinenses, e tudo isso me fez decidir em concorrer ao governo de Santa Catarina. Com o apoio da nossa gente, nenhum desafio é muito grande e nenhum sonho é muito pequeno. Vamos juntos, rumo à vitória! ”, concluiu.

A vice Marilisa Boehm admitiu que só aceitou concorrer ao cargo porque estaria ao lado de Jorginho Mello. “Depois que eu o conheci, percebi que temos algo em comum: que é acreditar nas pessoas. E a nossa gente é a maior riqueza que Santa Catarina tem. E nós sabemos que o povo é que faz o governo, pois se povo está bem, o Estado vai bem”.

Já o candidato ao Senado, Jorge Seif, enfatizou o projeto para recolocar o Estado numa nova era. "É um grande momento para Santa Catarina, onde apresentamos opções para seguir reconstruindo o Brasil e para colocar nosso Estado nos trilhos certos. É uma honra concorrer ao Senado Federal ao lado de Jorginho Mello para o Governo do Estado, que foi eleito por duas vezes o melhor senador da República. Tenho certeza que temos um time que sairá vitorioso nestas eleições".

Jorginho Mello

Jorginho Mello tem 66 anos e é natural de Ibicaré, no meio Oeste de Santa Catarina. É advogado e foi funcionário do Banco do Estado, o BESC. Já foi vereador, em Herval D´Oeste, e em 1994 se elegeu pela primeira vez como deputado estadual. Foi presidente da Assembleia Legislativa, deputado federal e atualmente é senador em primeiro mandato, eleito em 2018. Jorginho será candidato ao governo do Estado pela primeira vez na carreira.

As bandeiras defendidas por Jorginho são a do empreendedorismo, da educação e melhoramento da saúde do Estado. Jorginho é autor de vários projetos direcionados para os micro e pequenos empresários como a linha de crédito do Pronampe, a renegociação de impostos como o Relp e outras leis voltadas para área da educação e saúde.

Foi eleito tecnicamente o melhor senador do Brasil em 2019, pelo ranking dos políticos, que avalia os projetos dos parlamentares, votações e controle dos gastos de gabinete. Destinou mais de R$ 150 milhões em emendas para saúde e mais de R$ 100 milhões em infraestrutura para os municípios catarinenses. Também é o presidente do Partido Liberal em Santa Catarina. Atualmente, a sigla conta com 38 prefeitos, 46 vice-prefeitos e 256 vereadores em todo Estado.

Marilisa Boehm

Primeira delegada mulher de Joinville, com 25 anos de carreira na Polícia Civil, a joinvilense Marilisa Boehm (PL), de 57 anos, é a candidata a vice-governadora na chapa liderada por Jorginho Mello (PL), candidato ao governo.

Formada em Direito aos 21, ela tem uma história de lutas na defesa da mulher e enxergou a necessidade de criar a especialidade para atende-las na cidade onde nasceu. Ajudou a fundar a Delegacia da Mulher de Joinville, onde foi titular entre 1990 a 2014.

Neste período, ela também atuou como delegada regional entre 1999 a 2002, comandando os municípios de Joinville, Itapoá, São Francisco, Garuva e Araquari.
Também participou da criação da Coordenadoria da Mulher em Joinville, projeto referência estadual que oferece apoio jurídico e terapêutico a mulheres vítimas de violência e às suas famílias.

Jorge Seif

Carioca radicado em Santa Catarina há mais de duas décadas, o ex-secretário Nacional da Pesca, Jorge Seif Júnior, de 45 anos, é o candidato ao Senado pelo PL de Santa Catarina. Administrador de empresas formado pela Universidade do Vale do Itajaí, Seif é empresário da pesca, com experiência que passa por todos os setores da empresa do pai. De acompanhar o desembarque dos peixes ao pagamento das contas no banco. Da preparação do produto para a venda, à relação com os pescadores embarcados e com os clientes.

Foi essa experiência profissional que fez o presidente Bolsonaro convidá-lo a ser o Secretário Nacional da Pesca. Como secretário nacional da Pesca do governo do presidente Bolsonaro, Jorge Seif contribuiu com conquistas importantes para melhorias no setor pesqueiro brasileiro.

Destaque na linha de financiamento com juros subsidiados para a aquicultura e pesca, junto à Caixa Federal; combateu com determinação as fraudes na concessão do seguro defeso retomou a entrega das carteiras, que estavam suspensas pelos governos anteriores, aos pescadores; realizou a concessão à iniciativa privada de terminais públicos de pesca que estavam inativos há anos; ampliou a quantidade de espécies possíveis de serem pescadas ou criadas.

Professora de Capivari de Baixo morre aos 47 anos após parada cardiorrespiratória Anterior

Professora de Capivari de Baixo morre aos 47 anos após parada cardiorrespiratória

Atuação de cavado traz mudança no tempo neste fim de semana na região Próximo

Atuação de cavado traz mudança no tempo neste fim de semana na região

Deixe seu comentário