logo RCN

Enchente: Moradores de 118 ruas de Tubarão podem fazer saque do FGTS; confira a lista

Caixa Econômica divulgou a relação das ruas contempladas com o acesso ao saldo do fundo de garantia

A Caixa Econômica Federal divulgou a relação das ruas em que moradores foram atingidos pela enchente do Rio Tubarão, no mês de maio, durante as fortes chuvas. Essas pessoas terão acesso aos seus saldos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Ao todo, 118 ruas foram contempladas, em um total de 19 bairros, inclusas as zonas urbana e rural. Os beneficiados devem, entretanto, ficar atentos a algumas regras que precisam ser obedecidas para o saque do recurso.

Por exemplo, é necessário possuir saldo positivo na conta do FGTS e não ter realizado saque pelo mesmo motivo em período inferior a 12 meses. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220,00.

A solicitação é realizada de forma fácil e rápida pelo aplicativo FGTS, opção Meus Saques, no celular, sem a necessidade de comparecer a uma agência. Ao registrar a solicitação é possível indicar uma conta da Caixa, inclusive a Poupança Digital Caixa Tem, ou de outra instituição financeira para receber os valores, sem nenhum custo.

É importante ressaltar que caso seu nome não esteja na lista, você deve abrir um protocolo no Facilita Tubarão, juntando fotos e comprovante de residência (com emissão entre 04/01 à 03/05/2022). Quando este protocolo chegar à Defesa Civil, será feita uma conferência e uma vistoria nos locais indicados.

De acordo com o que ficou acertado com a Caixa, em meados de julho será enviada uma nova relação com a inclusão destas ruas e números de residências, de forma complementar. Porém, se a rua estiver em bairros não inseridos no FIDE (Formulário de Informações de Desastre) a Caixa não irá aceitar.
A comprovação de propriedade do imóvel atingido, junto à Caixa, será de responsabilidade do solicitante, o que poderá gerar alguns indeferimentos de pedidos.

Saque 100% digital — App FGTS

O aplicativo está disponível para download gratuito nas plataformas digitais e é compatível com os sistemas operacionais Android e IOS.

Seguem orientações para o trabalhador que tiver direito ao saque por calamidade:

• Realizar o download do app FGTS e inserir as informações de cadastro; ir na opção “Meus saques” e selecionar “Outras situações de saque — Calamidade pública” — acessar a cidade;

• Encaminhar os seguintes documentos: foto de documento de identidade, comprovante de residência em nome do trabalhador, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade;

• Selecionar a opção para creditar o valor em conta CAIXA, inclusive a Poupança Digital CAIXA Tem, ou outro banco e enviar a solicitação;

• O prazo para retorno da análise e crédito em conta, caso aprovado o saque, é de cinco dias úteis.

Informações sobre a documentação

• Carteira de Identidade — também são aceitos carteira de habilitação e passaporte;

• Comprovante de residência em nome do trabalhador: conta de luz, água ou outro documento recebido via correio, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade.

• Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável, caso o comprovante de residência esteja em nome de cônjuge ou companheiro(a).
Para mais informações, os trabalhadores podem acessar o site da CAIXA ou entrar em contato com a CAIXA pelo Fale Conosco 0800 726 0207.

Farol Shopping lança o Meu Farol, uma nova plataforma de delivery Anterior

Farol Shopping lança o Meu Farol, uma nova plataforma de delivery

Prefeitura castra mais de 900 animais e distribui cerca de 13 toneladas de ração em Laguna Próximo

Prefeitura castra mais de 900 animais e distribui cerca de 13 toneladas de ração em Laguna

Deixe seu comentário