logo RCN

IPHAN embarga obras de pavimentação da estrada de Congonhas, em Tubarão

O embargo determina a imediata paralisação das obras e outras atividades na área que possam interferir em sítios arqueológicos possíveis ao longo da via que será pavimentada

  • PMT/Divulgação/Folha Regional -

A prefeitura de Tubarão foi notificada de um embargo extrajudicial emitido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) divisão de Santa Catarina, impedindo a continuidade das obras de drenagem e pavimentação da Rua João Manoel Domingos (Estrada Geral de Congonhas), que haviam iniciado no mês de maio.

O embargo, assinado pela superintendente do IPHAN em Santa Catarina, Regina Helena Meireles Santiago, determina a imediata paralisação das obras e outras atividades na área, alegando que as mesmas possam interferir em sítios arqueológicos possíveis ao longo da via que será pavimentada.

Segundo a notificação, a prefeitura deverá contratar um Estudo de Acompanhamento Arqueológico diário, para o reinício dos trabalhos. Somente com a publicação no Diário Oficial da União da contratação deste estudo é que as obras poderão ser retomadas, podendo ser paralisadas novamente, caso o acompanhamento aponte a presença de qualquer bem arqueológico no trajeto.

O prefeito Joares Ponticelli já determinou o início do processo de contratação de tais estudos, inclusive de forma emergencial, a fim de resolver a situação no menor tempo possível. “É mais um desafio que temos que enfrentar naquela via, cuja última intervenção estrutural ocorreu há mais de 30 anos e que a comunidade local aguarda com ansiedade por sua pavimentação. Mas, não mediremos esforços para retomar as obras o mais breve possível”, argumentou Joares.

O IPHAN está considerando o local por onde passa a estrada, em função de sua tipologia e caracterização, como de nível II, o que requer o acompanhamento sugerido, que deverá seguir as normatizas do instituto.

As obras na Estrada Geral de Congonhas acontecem no trecho entre a praça do centrinho do bairro e a ponte no limite com Jaguaruna, numa extensão de 3,2 quilômetros. A ordem de serviço foi entregue em abril, quando a empresa contratada, BCL Empreendimentos, passou a implantar o canteiro de obras e deu início aos trabalhos. Em maio iniciaram os serviços de implantação de redes de drenagem e abastecimento de água.

O trecho terá ainda pavimentação, sinalização viária, drenagem e uma ciclofaixa localizada no lado direito, no sentido Jaguaruna.

Mais de 800 mulheres agricultoras e pescadoras participam de encontro regional em Tubarão Anterior

Mais de 800 mulheres agricultoras e pescadoras participam de encontro regional em Tubarão

Trem-Bala é a estreia da semana no Cine Show Tubarão Próximo

Trem-Bala é a estreia da semana no Cine Show Tubarão

Deixe seu comentário