Segunda-feira, 24 de junho de 2024
Tubarão
19 °C
12 °C
Fechar [x]
Tubarão
19 °C
12 °C
SEGURANÇA

Operação da Polícia Civil contra fraude cumpre mandados e afasta servidores de prefeitura da região

Empresas contratadas teriam fraudado o sistema de aferição de horas trabalhadas para prestação de serviços. Os contratos com oito empresas vencedoras e 25 equipamentos somavam mais de R$ 10 milhões

23/05/2024 10h05 | Atualizada em 23/05/2024 10h06 | Por: Redação Folha Regional

A Polícia Civil, sob a coordenação da DPCo de Imbituba e com o apoio da Polícia Científica, deflagrou operação policial visando combater uma organização criminosa que fraudava a execução de serviços com a prefeitura de Imbituba de maquinários (trator, pá niveladora, caminhões caçamba e outros).

Ao todo, foram cumpridos 32 mandados de busca e apreensão e 10 servidores públicos foram afastados de suas funções. A operação recebeu o nome de “Ourímetro”. 

O caso remonta ao primeiro semestre do ano de 2023, quando a Polícia Civil de Imbituba recebeu diversas denúncias anônimas indicando que as empresas contratadas por meio da licitação 0074/2022 estavam com o sistema de aferição de horas trabalhadas (horímetro) fraudados, de forma a marcar horas a mais do que as efetivamente trabalhadas, gerando prejuízo à administração pública municipal.

Apurou-se que a referida licitação tinha por objeto a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de locação de veículos automotor, tipo caminhão, caçamba/basculante e máquinas pesadas, com manutenção motorista no caso de caminhão, operador no caso de máquinas, todos habilitados, combustível em ambos os casos e com horímetro em todos os equipamentos. 

Ao final do certame, oito empresas foram vencedoras com a destinação total de 25 equipamentos para prestação de serviços à prefeitura de Imbituba, cujos valores somados da contratação é de R$10.091.890,00.

Em junho de 2023, a Polícia Civil de Imbituba e de Garopaba e a Polícia Científica de Laguna deflagraram operação em conjunto visando realizar exame pericial nas máquinas das empresas vencedoras que estavam prestando serviços para a prefeitura de Imbituba, objetivando comprovar se o sistema de aferição de horas trabalhadas estava adulterado ou não.  
Na ocasião, 15 máquinas que prestavam serviços foram periciadas, das quais 11 apresentaram adulteração no horímetro, destacando-se que todas as empresas que tiveram suas máquinas periciadas apresentou algum tipo de fraude.

Durante a realização da operação, o motorista de uma das máquinas tentou fraudar a operação modificando a estrutura do horímetro de uma das máquinas que seria examinada naquele dia. O aparelho celular foi apreendido e passou por análise após autorização judicial.

As planilhas de horas que a Polícia Civil teve acesso até o momento indicaram que as máquinas trabalhavam todos os dias praticamente com hora cheia, não respeitando dias chuvosos, feriados, ou pausas no trabalho.
Conforme a Polícia Civil, foi constatada uma estrutura criminosa formada pelos particulares contratados pela administração pública e por funcionários públicos que tinham conhecimento e permitiam a engrenagem criminosa em prejuízo da administração pública municipal, cujo montante do prejuízo ainda está em apuração.

Diante dos fatos, foram cumpridos nesta quinta-feira, dia 23, 32 mandados de busca e apreensão nos endereços ocupados pelos envolvidos, funcionário públicos e particulares, assim como pelo afastamento de 10 servidores públicos da administração municipal, coletando-se vasto material que será encaminhado à Polícia Científica para posterior análise pela Polícia Civil.

Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!