Segunda-feira, 24 de junho de 2024
Tubarão
19 °C
12 °C
Fechar [x]
Tubarão
19 °C
12 °C
SEGURANÇA

VÍDEO: Líderes de grupo criminoso no RS são flagrados ostentando vida de luxo em Tubarão

A Polícia Civil localizou os foragidos e apreendeu três veículos, entre eles um Porsche, avaliado em quase R$ 700 mil

Tubarão, 11/06/2024 09h15 | Atualizada em 11/06/2024 09h31 | Por: Redação Folha Regional
Polícia Civil RS/Divulgação/Folha Regional

A Polícia Civil, a partir do trabalho de investigação da 2ª Delegacia de Polícia de Pelotas, prendeu os dois principais foragidos que exercem liderança de um grupo criminoso em Pelotas e na região sul do Estado.

A ação ocorreu no município de Tubarão, em Santa Catarina, onde a dupla vivia de forma luxuosa com documentos falsos. Foi apreendida a documentação utilizada pelos suspeitos, celulares e carteiras de identidade falsas usadas pelas companheiras dos indivíduos. A Polícia Civil apreendeu ainda três veículos, um deles, de luxo.

“Nossa equipe fez um trabalho de inteligência que analisou diversas informações e a partir do cruzamento de dados conseguiu identificar que os foragidos número 1 e 2 de Pelotas estavam ostentando uma vida como pessoas bem-sucedidas, vivendo em uma casa bem estruturada, utilizando de veículos luxuosos, como um Porsche, avaliado em quase R$ 700 mil, e ainda assim seguindo a cadeia de comando das ações do grupo criminoso”, destacou o Delegado titular da 2ª DP, César Nogueira.

A investigação durou cerca de um mês. Durante este período, a Polícia Civil apurou que a dupla movimentou mais de R$ 25 milhões somente nos últimos dez meses.

Um dos presos tem mais de 50 anos de pena a cumprir e estava foragido desde que rompeu a tornozeleira eletrônica, em 2021. O outro preso havia rompido a tornozeleira em janeiro deste ano.

“São diversos crimes praticados pelos foragidos, dentre os quais o de lavagem de dinheiro. A estrutura criminosa foi se organizando e evoluindo para que eles se apropriassem do dinheiro ilícito e o recolocassem no mercado como valores monetários lícitos. Como se utilizavam de documentos falsos, viviam tranquilamente com movimentações gigantescas em contas bancárias e cartões de crédito”, refere o Delegado César Nogueira.

Depois dos procedimentos de praxe, os indivíduos foram encaminhados ao Sistema Prisional.

 

Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!