Sexta-feira, 24 de maio de 2024
Tubarão
32 °C
17 °C
Fechar [x]
Tubarão
32 °C
17 °C

COLUNISTAS

Um ex-governador e dois cenários     

06/06/2023 19h57 | Atualizada em 06/06/2023 19h58 | Por: Willian Reis

O destino político de Carlos Moisés varia conforme o interlocutor com que você conversa. Há quem jure de pés juntos que o ex-governador será mesmo candidato a prefeito de Tubarão pelo Republicanos, partido do qual é presidente estadual. Seria uma decisão sacramentada, que teria como rival na disputa o secretário-chefe da Casa Civil, Estêner Soratto, do PL. Este é um cenário. No entanto, há quem afirme exatamente o contrário: que não está nos planos de Moisés concorrer a prefeito, mas, sim, a deputado federal, ou, quem sabe, novamente a governador, dependendo de como se desenhar o panorama em nível estadual.

Na defensiva

Por enquanto, a única certeza mesmo é a de que Carlos Moisés está usando suas redes sociais para defender sua gestão dos ataques de Jorginho Mello e dar algumas cutucadas no atual governador. Ou seja, não parece querer descer da arena estadual para se dedicar a questões mais locais. Outro dia, no calor das discussões sobre as atuais incertezas do Plano 1000, Moisés fez uma publicação tendo como trilha sonora a música chamada “Saudade do meu ex”. Entenda como quiser...

Qualquer um   

Político da região preso na Operação Mensageiro, durante procedimento, parece não ter gostado das ordens que recebeu dos policiais penais para que se mantivesse sentado, em silêncio, à espera dos seus exames médicos. Em pé, disse que poderia fazer o que quisesse, que ninguém o obrigaria a sentar e que não era qualquer um. O relato consta de ofício de um diretor de estabelecimento penal.

Cigarro na cela

Contra este mesmo interno, em uma inspeção de rotina em sua cela foram encontrados riscos na parede com diversos dizeres. O interno assumiu a autoria e comprometeu-se a limpar as rasuras. Em outra situação, com ele foram encontrados objetos de uso proibido, como carteira de cigarro, mais sete cigarros avulsos e um isqueiro. 

Mensageiro

Na semana passada Zé Chico, vice-prefeito de Imaruí, dava entrevista a uma rádio quando disse que na gestão tudo é feito com “seriedade e transparência”. Pois bem. Zé Chico está como prefeito interino de Imaruí porque Patrick Corrêa, o atual prefeito, foi detido na quarta fase da Operação Mensageiro, em 27 de abril. A operação, como se sabe, apura o que pode ser o maior e mais complexo esquema de corrupção do Estado – palavras dos investigadores.

Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!