Segunda-feira, 22 de abril de 2024
Tubarão
26 °C
14 °C
Fechar [x]
Tubarão
26 °C
14 °C
ESPORTE

Estado analisa projeto para tornar Laje da Jagua mais segura e atrativa para turistas e surfistas

De acordo com o secretário da Casa Civil, Soratto, com o investimento necessário, é possível que Jaguaruna se torne um polo de surf de ondas grandes em Santa Catarina

Jaguaruna, 15/05/2023 20h59 | Atualizada em 16/05/2023 18h52 | Por: Redação Folha Regional
Douglas Matos/Divulgação/Folha Regional

Com potencial turístico e de ser ponto para surfistas de ondas grandes, a Laje da Jagua, em Jaguaruna, foi tema de encontro entre os secretários da Casa Civil, Estêner Soratto, e do Turismo, Evandro Neiva, além do presidente da Fesporte, Paulo André.

Para tornar o local mais seguro e atrativo para moradores e turistas, um grupo local mostrou as particularidades da localidade. A 5,3 quilômetros da costa da praia do Arroio Corrente, a Laje da Jagua tem o raro efeito de formar ondas gigantes por conta da formação rochosa submarina.

De acordo com Thiago Jacaré, surfista e um dos líderes do Jaguaboys, é necessário que seja construída uma estrutura para os surfistas e turistas. “Como a Laje da Jagua fica longe da costa, é necessário criar estruturas para que os amantes do surfe possam praticar o esporte em segurança e os visitantes tenham um local para observar”, destacou.

O secretário Soratto já conhece o local e explicou que com o investimento necessário, é possível que Jaguaruna se torne um polo de surfe de ondas grandes em Santa Catarina. “Esse pessoal vem tirando dinheiro do próprio bolso para que os eventos aconteçam na Laje da Jagua. Agora, vamos em busca de formas de apoio do Governo do Estado para que seja alcançando o potencial gigante que se tem ali”.

Um ponto que o grupo busca é o reconhecimento oficial da Laje da Jagua como a maior onda do Brasil. Para isso, são necessários diversos documentos. “Pela apresentação já vimos que existem vários pontos que podem ser potencializados para aumentar o número de turistas. Um dos principais é conquistar este título tão importante para o local”, destacou o secretário de Turismo, Evandro Neiva.

Além disso, o grupo tem contato direto com a Federação Catarinense de Surfe e com a Confederação Brasileira de Surfe para que os eventos de ondas grandes possam ocorrer na Laje da Jagua.

“Nos interessa muito ter etapas de ondas grandes em Jaguaruna. Vamos trabalhar para ver quais as necessidades da Federação e da Confederação para colocar a Laje da Jagua no mapa destas competições”, destacou o presidente da Fesporte, Paulo André.
 

  • 1 / 1
Fhillype Costa/Secom/Divulgação/Folha Regional
Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!