Sexta-feira, 24 de maio de 2024
Tubarão
32 °C
17 °C
Fechar [x]
Tubarão
32 °C
17 °C

Abordagem policial em ônibus escolar causa tumulto e indignação de pais em Jaguaruna

Segundo relato de monitor, crianças permaneceram dentro do veículo parado por alguns minutos causando desconforto

Jaguaruna, 21/03/2023 11h15 | Atualizada em 22/03/2023 12h06 | Por: Redação Folha Regional

Um ônibus escolar de Jaguaruna que transporta crianças de 6 meses a 2 anos, conhecido como Bebê Móvel, foi abordado nesta segunda-feira, dia 20, por volta das 17h, após sair do Centro de Educação Infantil. 

Um vídeo registrado pelo monitor do ônibus durante essa abordagem está chamando a atenção nas redes sociais. De acordo com o monitor Jackson Franklin, o ônibus estava com cerca de 18 crianças quando foi parado pela Polícia Militar. 

Conforme o relato, os policiais alegaram que tratava-se de uma operação determinada pelo Ministério Público para fiscalizar possíveis irregularidades. Eles solicitaram a documentação e avisaram que o veículo seria rebocado. “No momento em que os policiais subiram, as crianças já começaram a chorar assustadas e não teve conversa, tivemos que esperar. Enquanto isso, os bebês ficaram agitados, pois estavam cansados, com fome, com sede, foi revoltante”, diz o monitor, que começou a exercer a função há alguns meses. Para tranquilizar as crianças durante a viagem, ele costuma se vestir de palhaço e decorar o ônibus. 

Franklin ainda conta que o ônibus permaneceu parado por quase duas horas e foi necessário chamar os pais para buscar as crianças que permaneceram dentro do ônibus parado. “Pedi para deixar entregar as crianças em suas casas antes da abordagem, mas fizeram parar. Muitos pais moram longe e não tinham como buscar as crianças. Como responsável por eles, fiquei muito triste em ver os pequenos naquele estado”, comenta o monitor.

Ele conta que o ônibus foi liberado por volta das 19h. Nesse período apenas uma criança permaneceu no local e foi levada em seguida pelo monitor até a sua residência. As demais foram buscadas pelos pais responsáveis.

O vídeo das crianças chorando causou revolta e indignação aos pais e responsáveis. “Desde sexta-feira a polícia está interceptando os ônibus escolares alegando irregularidades. Tudo bem fiscalizar, mas o que está acontecendo é que a polícia não deixa as crianças saírem de dentro do ônibus. Nada justifica o que fizeram com as crianças, mesmo que fossem adolescentes, são menores de idade, isso não pode acontecer”, diz Maiara Azeredo, mãe de uma das crianças. 

Conforme informações da Polícia Militar, a fiscalização foi determinada pelo Ministério Público e segue em andamento para apurar irregularidades. Porém, a PM destaca que nenhuma criança foi retida ou segurada. Uma nota oficial deve ser emitida ainda nesta terça-feira sobre o caso.

A prefeitura também informou que deve emitir uma nota oficial sobre o caso em breve. 
 

Folha Regional

Rua José João Constantino Fernandes, 131, São Clemente - Tubarão/SC - CEP: 88706-091

Folha Regional © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia
WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, entendi!